Friday, April 19, 2024

A quiropraxia é perigosa: os 5 principais mitos sobre a quiropraxia.

Você está curioso(a) sobre o cuidado quiroprático? Já ouviu rumores e está se perguntando se é perigoso ou não? Bem, vamos desmistificar alguns mitos para você!

Neste artigo, abordaremos as 5 principais concepções errôneas sobre a quiropraxia. Você pode ter ouvido dizer que os ajustes quiropráticos causam derrames ou que quiropráticos não são médicos de verdade. Forneceremos informações baseadas em evidências para ajudar a esclarecer essas preocupações.

Então, relaxe, sente-se confortavelmente e vamos explorar a verdade por trás dessas crenças comuns juntos.

Mito #1: Ajustes Quiropráticos Causam Acidentes Vasculares Cerebrais

Um dos mitos mais comuns sobre quiropraxia é que os ajustes causam derrames. No entanto, essa crença não é respaldada por evidências científicas. O cuidado quiroprático é geralmente considerado seguro e tem baixo risco de eventos adversos.

Na verdade, estudos têm mostrado que a incidência de derrame após o tratamento quiroprático é extremamente rara, estimada em apenas 1 em cada 5,85 milhões de consultas. O risco de derrame associado aos ajustes quiropráticos é comparável ao risco associado a atividades cotidianas, como virar a cabeça ou levantar da cama de manhã.

Quiropráticos são profissionais treinados que passam por uma educação e treinamento rigorosos para garantir a segurança do paciente. É importante consultar um quiroprático qualificado e discutir quaisquer preocupações que você possa ter sobre a segurança da quiropraxia antes de iniciar o tratamento.

Mito #2: Quiropraxistas não são médicos de verdade.

Ao contrário do que se pensa, quiropraxistas não são apenas "charlatões" – eles passam por treinamento extensivo e são, de fato, médicos reais. A formação em quiropraxia requer um currículo acadêmico rigoroso e experiência clínica que os prepara para as responsabilidades do cuidado ao paciente.

Para se tornar um quiropraxista licenciado, os indivíduos devem concluir um programa de Doutorado em Quiropraxia (DC), que normalmente leva quatro anos para ser concluído. Durante esse período, eles estudam disciplinas como anatomia, fisiologia, patologia, radiologia e técnicas quiropráticas.

Além disso, os quiropraxistas devem passar em exames nacionais e obter licenças estaduais para praticar. Essas qualificações garantem que os quiropraxistas tenham os conhecimentos e habilidades necessárias para fornecer tratamentos seguros e eficazes. Os quiropraxistas também participam de educação continuada ao longo de suas carreiras para se manterem atualizados com as últimas pesquisas e avanços na área.

Então, da próxima vez que você ouvir alguém dizer que quiropraxistas não são médicos de verdade, lembre-se de que eles passaram por treinamento extensivo e possuem as qualificações necessárias para fornecer serviços de saúde de qualidade.

Mito #3: Os tratamentos quiropráticos são dolorosos.

Apesar do que alguns possam acreditar, os tratamentos quiropráticos não são necessariamente dolorosos e podem, na verdade, proporcionar alívio para certas condições.

Muitas pessoas têm concepções equivocadas sobre a quiropraxia, pensando que ela envolve estalos intensos e torções do corpo, causando dor e desconforto. No entanto, isso não é totalmente preciso.

Os quiropraxistas são profissionais treinados que utilizam movimentos controlados e ajustes para realinhar a coluna vertebral e outras articulações do corpo. Esses tratamentos podem ser suaves e reconfortantes, proporcionando alívio imediato da dor causada por desalinhamentos ou tensão muscular.

Numerosos estudos têm mostrado a eficácia do tratamento quiroprático para diversas condições, como dor nas costas, dor no pescoço, dores de cabeça e até mesmo certos tipos de artrite.

Portanto, não deixe o medo da possível dor impedir você de explorar essa forma segura e benéfica de cuidados com a saúde.

Mito #4: Quiropraxia é apenas para dor nas costas

Você sabia que os tratamentos quiropráticos podem proporcionar alívio para mais do que apenas dores nas costas? O cuidado quiroprático é frequentemente associado ao tratamento de dores nas costas, mas oferece uma ampla gama de benefícios que vão além da sua coluna vertebral.

Aqui estão três usos alternativos e benefícios da quiropraxia:

  • Dores de cabeça: Quiropráticos podem ajudar a aliviar dores de cabeça tensionais e enxaquecas, direcionando o pescoço e a parte superior das costas. Ao ajustar suavemente essas áreas, eles podem aliviar a pressão sobre os nervos e reduzir a frequência das dores de cabeça.

  • Dores nas articulações: Seja nos joelhos, ombros ou pulsos, ajustes quiropráticos podem melhorar a função das articulações e reduzir o desconforto. Ao realinhar as articulações, quiropráticos ajudam a promover a cicatrização e restaurar a mobilidade.

  • Problemas digestivos: O cuidado quiroprático também pode beneficiar aqueles que sofrem de problemas digestivos, como refluxo ácido ou síndrome do intestino irritável (SII). Através de ajustes na coluna, quiropráticos buscam aprimorar a comunicação nervosa entre o cérebro e o sistema digestivo, potencialmente melhorando a digestão.

Os tratamentos quiropráticos oferecem uma abordagem holística para o bem-estar que vai além do alívio da dor nas costas. Portanto, se você está procurando soluções alternativas para dores de cabeça, dores nas articulações ou problemas digestivos, considere experimentar o cuidado quiroprático.

Mito #5: Quiropraxia não é uma medicina baseada em evidências

Um equívoco comum é que o tratamento quiroprático não possui evidências científicas que comprovem sua eficácia. No entanto, essa crença simplesmente não é verdadeira. A quiropraxia é de fato uma forma de medicina baseada em evidências, respaldada por extensa pesquisa e estudos.

Inúmeros estudos foram conduzidos para avaliar a eficácia do tratamento quiroprático para várias condições de saúde. A pesquisa tem mostrado que o tratamento quiroprático pode ser eficaz no controle da dor musculoesquelética, como dor nas costas, dor no pescoço e dores de cabeça. Na verdade, uma revisão de vários estudos constatou que os ajustes quiropráticos eram mais eficazes do que medicamentos no tratamento da dor aguda nas costas.

Além disso, pesquisas baseadas em evidências também demonstraram os benefícios do tratamento quiroprático além do gerenciamento da dor. Foi demonstrado que melhora a função e a mobilidade em pacientes com condições como osteoartrite e fibromialgia.

Portanto, se você tem hesitado em buscar tratamento quiroprático devido a preocupações com sua eficácia, tenha a certeza de que há amplas evidências científicas que comprovam seus resultados positivos. Os quiropraxistas utilizam técnicas baseadas em evidências, adaptadas às suas necessidades específicas, garantindo que você receba um tratamento seguro e eficaz para suas preocupações com a saúde.

Conclusão

Em conclusão, é importante desmistificar os mitos em torno do cuidado quiroprático. Ao contrário do que se acredita popularmente, os ajustes quiropráticos não causam derrames. Quiropráticos são, de fato, médicos reais que passam por um treinamento e educação rigorosos.

Embora alguns tratamentos possam causar desconforto temporário, eles geralmente não são dolorosos. Além disso, a quiropraxia pode proporcionar alívio para uma variedade de condições além das dores nas costas.

Por fim, é crucial observar que a quiropraxia é respaldada pela medicina baseada em evidências e foi comprovada como eficaz em inúmeros estudos. Portanto, não deixe que esses equívocos o impeçam de procurar essa forma segura e benéfica de cuidados de saúde.

Leave a comment